sexta-feira, 25 de outubro de 2013


Olá minhas queridas leitoras e amantes de tintas e produtos que nos deixam maravilhosamente impecáveis!
Não é só por que aconteceu todo o rolo com o Instituto Royal, muito menos apoiando ou não so ativistas, que venho tratar desse assunto aqui no blog.

Em primeiro lugar, quero expressar a minha felicidade pois todas as minhas maquiagens não praticam ATUALMENTE testes em animais! Yay! Inclusive meu Shampoo e Condicionador da INOAR possuem o símbolo do Cruelty FREE.
E frequentemente tenho procurado evidências nos meus produtos, que alegam de alguma forma o não uso de animais para os testes.

Atualmente essa causa e preocupação vem nos alertando e questionando o verdadeiro e necessário uso do animal para testes em diversos produtos. Fazendo assim com que a população passe a pensar mais em cuidar do nosso planeta, incluindo os ANIMAIS, TODOS ELES! e também alertando as empresas de que ainda possuem falhas para com a descrição de seus produtos, ou seja, você compra um produto e não sabe nem da metade do processo de fabricação, desde ao surgimento destes, passando por pesquisas e tendo acesso ao consumidor. Não é mesmo?

Eu, particularmente, achei muito engraçado essa repercussão toda que está sendo o caso do Instituto Royal, pois há algumas semanas eu já havai visitado o blog de uma maquiadora que está mudando todos os seus produtos para poder se adequar com o CRUELTY FREE. Não é demais?
E logo na outra semana essa movimentação tomou o rumo que está agora: INTERNACIONALMENTE E NACIONALMENTE FALANDO.

Como uma apoiadora da causa dos ativistas, de proteger os animais de quaisquer abusos e danos relacionados com os testes e outros, tive que me preocupar com os produtos que eu estava usando no meu cabelo: TINTURA.


Então, hoje eu vim falar da ALFAPARF MILANO e YELLOW, produtos exclusivos do GRUPO ALFAPARF. (São as tintas que atualmente eu estou usando)

Para sanar a dúvida, tive que mandar um e-mail em inglês para o grupo alfaparf perguntando se a empresa praticava o uso de animais para a produção de seus produtos, em especial as tintas.

Segue abaixo o e-mail :

"Estimada Sra. Jessica,

Obrigada pelo seu interesse nos produtos com as marcas ALFAPARF MILANO e YELLOW.

Esteja tranqüila, a ALFAPARAF GROUP não pratica testes em animais!

Os nossos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, através dos anos, desenvolveram programas e métodos alternativos visando o respeito dos objetivos fundamentais da marca ALFAPARAF GROUP no mundo: oferecer produtos inovadores e de alta qualidade aos seus consumidores garantindo a segurança da sua utilização.

A ALFAPARF GROUP obedece rigorosamente as leis internacionais e Brasileiras. A partir do ano de 2004 uma lei Européia passou a não permitir que as empresas de cosméticos utilizassem animais para testes de forma direta ou indireta. Antes mesmo antes disso, a ALFAPARF GROUP já adotava essa conduta.

Para outras informações nos deixamos à disposição em nosso Serviço de Atendimento ao Cliente 0800 021 26 52, nos dia úteis das 9:00 às 17:00 horas, teremos prazer em atendê-la.

Um abraço,

SAC ALFAPARF GROUP"

Este mesmo e-mail foi enviado para Lays(queridíssima e ruivíssima do grupo amor acobreado/do facebook) quando perguntou sobre o mesmo assunto. Lays ainda preguntou sobre o uso de TUTANO DE BOI nos produtos da marca, e eles responderam em Verde. 

 "Desconsideramos a veracidade da informação sobre a Alfaparf Group estar em lista de empresas que praticam esse tipo de teste. Informamos também, que o Tutano presente na linha extra elasticidade e resistência, da marca XXX, é de origem vegetal.TUTANO VEGETAL: Um extrato vegetal que sintetiza todas as propriedades do tutano. Uma inovação que proporciona alto grau de nutrição, profunda hidratação com maciez, cuidado e reparação dos fios"


Ainda obtive a informação de que o diretor do laboratório da Alfaparf em CAMPO GRANDE, cujo nome é Alberto, confirmou o uso de animais nos testes da empresa, não diretamente e sim terceirizado. Eles também testam as matérias primas. Portanto contradiz com a nossa esperança e com tudo o que a empresa nos eviou via e-mail.

Agora no que acreditar?
Sou da política de que se sou consumidora e o fabricante do meu produto me confirma, ainda que escrito, que o meu produto não é testado em animais então devo confiar. Pois acho que se eles mentissem para tantos consumidores, logo haveria fraude contra o consumidor... E isso não seria nada legal, não é mesmo? Agora o que complica é a justiça, o que no nosso país tem de menos!
Agora fica a seu critério acreditar ou não, usar ou não. :)

A realidade é que está sendo a coisa mais difícil saber se um produto é ou não Cruelty Free, portanto, só Jesus salva galera!
 
Já mandei um e-mail para a KEUNE e no momento ainda não tive o meu e-mail atendido.

Você pode conferir algumas marcas, QUE JÁ SE INSCREVERAM NO SITE DA PEA, clicando CLIQUE AQUI.
*Muitas marcas ainda não entraram para o site da PEA, mas que muitas vezes podem não praticar o uso de animais em testes, portanto procure pesquisar através do SAC ou e-mail.


Se você possui alguma informação para compartilhar fique a vontade!
Um grande Beijo :)

Um comentário:

  1. No site da Alfaparf diz que ela mantem laboratórios na Itália, no Brasil, no México e na China, ou seja, ela testa sim em animais, afinal na China é obrigatório. Infelizmente a Alfaparf não é Cruelty Free.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para a gente! Comente!

Quem sou eu

Minha foto

♥Taurina. Estudante de Design de moda. Apaixonada por bichos e doces. Sonhadora e meiga, querendo conquistar o mundo com o seu jeito sem vergonha e meio louco de ver as coisas ♥
Página do blog no facebookMeu Perfil no facebook! ♥

Jessica Pierre. Tecnologia do Blogger.

Os mais acessados

Marcadores

Nossos visitantes

Pesquise no blog

Youtube